Teste: Peugeot 308 Griffe THP 2016 oferece espaço e muitos itens de série

Hatch médio francês agora é flex e tem novo câmbio automático de seis marchas. Peugeot 308 Griffe THP está de cara nova, mas com interior continua o mesmo

Peugeot 308 Griffe THP
Peugeot 308 Griffe THP

Por Thiago Ventura

A alta do dólar e a crise econômica atrapalharam os planos de muita gente em 2015. A Peugeot também passou por isso e teve que repensar seus planos para o Brasil. A marca francesa queria trazer a nova geração do 308 europeu para o mercado nacional. O carro foi até homologado, mas a Peugeot resolveu esperar um momento melhor na economia nacional, já que o veículo chegaria com valor bem caro.

A solução foi investir no facelift no 308 atual, como você vê nas fotos e vídeos desse teste. O hatch médio continua com a farta lista de equipamentos de série, mas o interior inalterado depõe contra o veiculo. O novo câmbio automático de seis velocidade também compõe o pacote da linha 2016.

A principal alteração está na dianteira. Os faróis de dupla parábola têm novo desenho, que lembra a pata de um leão. A grade também é nova, onde agora fica aplicado o logotipo da Peugeot. que saiu da parte de cima do capô. com isso, agora o 308 está alinhado com a nova identidade visual da marca.
O conjunto ótico exibe luzes diurnas em LED, agora na horizontal. Na traseira, as lanternas têm o mesmo formato, mas com grafismos diferentes. Na parte inferior do para-choque, faltas saídas de escapamento continuam. Nas laterais, novas rodas aro 17 reforçam a vocação esportiva do modelo.
Vida a bordoNo interior, o 308 2016 recebeu acabamento em preto brilhante no console central e novos grafismos no quadro de instrumentos. A padronagem dos tecidos também é nova. E só. A cabine é sim espaçosa e apresenta materiais de qualidade e bom acabamento, mas o clima de dèja vu permanece. Especialmente se o potencial comprador comparar o hatch médio com o 208 e 2008.

Mesmo menores, o hatch e SUV compactos estão com um painel mais moderno, dentro a linguagem de setilo i-Cockpit da Peugeot: volante pequeno, com instrumentos acima e central multimídia ‘flutuante no meio’. O hatch médio que briga com gente como o Volkswagen Golf ou Ford Focus merecia um conjunto mais moderno.

Vencido esse requisito, o carro oferece muito espaço para motorista e passageiros. O condutor tem boa ergonomia, com ajustes de altura e profundidade no volante e controles manuais para regulagem do banco. Na versão top de linha THP Flex, o revestimento em couro perfurado acolhe bem os passageiros. Os retrovisores elétricos rebatem automaticamente quando o quando o alarme é acionado.Uma boa notícia, a central multimídia com tela de 7” agora é de série em todas as versões. O equipamento oferece GPS, Rádio, duas entradas USB, auxiliar bluetooth e espelhamento com celular, o Peugeot MyLink.

Os passageiros de trás têm bom espaço para viajar e o 308 oferece ancoragem Isofix para transporte mais seguro de cadeirinhas de criança. A noção de espaço é ampliada ainda com outro iten interessante de série. O enorme teto solar panorâmico (fixo), que permite uma boa experiência ao viajar, especialmente para os passageiros do banco de trás. O equipamento é série em todas as versões. O porta malas comporta 430 litros.

Ao volante
A linha 2016 do 308 estreia duas novidades interessantes no veículo. O motor turbo 1.6 THP agora é flex. O bloco rende até 173 cavalos com etanol ou 166 com gasolina, nos dois casos a 6.000 rpm. O torque aparece já aos 1.400 rpm: 24 (E)/24(G) kgf.m.

A caixa automática sequência é nova, com seis velocidades. Segundo a Peugeot, a nova EAT6 está com novo escalonamento das marchas e oferece os modos Sport e ECO, capaz de reduzir em até 7% o consumo de combustível.

Ao volante, o veículo responde muito bem aos ímpetos do motorista. Basta pisar no acelerador, que o veículo responde bem. No entanto, agora flex, o THP bebe mais do que o gasolina. Mas há uma alternativa. além do modo ECO, se proprietário ‘pisar leve’, consegue bons índices de consumo.

A suspensão é focada na estabilidade. Mesmo em curvas fechadas, o carro transmite segurança e não canta os pneus. Porém, repassa muito as irregularidades do piso para os passageiros.

O pacote de segurança é bem recheado. São seis airbags (duplo frontal, laterais e de cortina) desde a versão mais básica. Nesta versão, também oferece controles eletrônicos de estabilidade e tração, sensores crepuscular e de chuva. Há também sensores dianteiros e traseiros de estacionamento e câmera de ré.


Conclusão

O Peugoet 308 Griffe THP custa R$ 84.490 e oferece uma forte gama de equipamentos de série. Para ter um pacote semelhante, os concorrentes cobram bem mais caro por isso. E com o facelift, a linha 2016 tem uma cara de novidade que vale o investimento para quem é fã da marca, já que os planos da nova geração estão (por hora) abortados.

Porém, o 308 disputa num segmento complicado. Em 2015, o hatch médio mais vendido foi Ford Focus, com 12.910 unidades, seguido do Volkswagen Golf, com 10.063. O Cruze é o terceiro com 9.117 emplacamentos. O 308 é o quarto, mas está muito atrás do trio: 3.276 unidades, melhor apenas que o Fiat Bravo ( 2.795). Os mais vendidos têm mais recepção no mercado, especialmente na hora da revenda. Esse é o ‘problema’ do hatch francês: a concorrência!
Estilo 7
Acabamento 8
Tecnologia 7
Espaço interno / Conforto / porta malas 8
Desempenho 8
Consumo 7
Segurança 10
Equipamentos 10
Custo/benefício 7
Lista de equipamentos de série Peugeot 308 (todas as versões):


308 Allure 1.6 Flex Manual

Segurança: Seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina, com oito pontos de proteção); Alarme; Sistema ISOFIX para retenção de cadeiras infantis; Freio a disco nas quatro rodas (ventilados na frente) com ABS, AFU e REF; Sensor de estacionamento traseiro; Faróis de neblina dianteiros; Luzes diurnas (DRL) em LED;Lanternas indicadoras de direção nos retrovisores; Portas traseiras com sistema de trava de segurança; Travamento automático das portas e porta-malas em velocidade.
Conforto: Teto panorâmico; Direção eletro-hidráulica assistida; Ar-condicionado Bi-Zone; Limpador de para-brisa automático com sensor de chuva e indexado à velocidade; Acendimento automático do farol; Regulador & Limitador de velocidade; Banco do motorista com regulagem de altura manual; Couro parcial; Apoio de braço no banco do motorista; Travamento das portas, porta malas e fechamento dos vidros pelo telecomando da chave; Regulagem do volante em altura e profundidade; Vidros elétricos com função “um toque” e antiesmagamento nas quatro portas; Retrovisores com ajuste elétrico; Central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas com Mirror Link e My Link PEUGEOT; Tela multifunções com computador de bordo;Chaves com abertura à distância das portas e tampa do porta-malas.
Estilo: Roda de 17 polegadas em liga leve; Detalhes cromados nos para-choques dianteiro e traseiro; Retrovisores e maçanetas de portas na cor da carroceria; Painel de instrumentos soft (“slush”); Volante revestido em couro.

308 Allure 2.0L Automático
Esta versão recebe o motor 2.0L com caixa automática sequencial de seis velocidades e controle de estabilidade (ESP), além de todos os equipamentos de série presentes no 308 Allure manual.

308 Griffe THP
Além de todos os equipamentos presentes nas versões Allure e Allure Autom., oferece:
Sensor de estacionamento dianteiro; Câmera de ré; Bancos em couro perfurado e rodas diamantadas de 17 polegadas.

Comentários

comments

Carro Esporte Clube

Fotos, notícias, lançamentos, testes, vídeos e dicas sobre veículos. Bom humor e lifestyle!